Bronquite: Saiba tudo sobre esta Doença Respiratória

Bronquite

Entenda as principais causas, sintomas e tratamentos da Bronquite

A bronquite é uma inflamação dos brônquios, estruturas que levam oxigênio até os alvéolos pulmonares.

Ela se fixa nas vias respiratórias quando os pequenos cílios que envolvem os brônquios ficam impossibilitados de eliminar muco, acumulando assim, secreções que os deixam estreitos e inflamados.

Existem dois tipos de bronquite, a aguda e a crônica. O que difere uma da outra são os sintomas, a duração das crises e o agravamento da doença.

A condição aguda é a mais comum e geralmente dura de uma a duas semanas. Já a forma crônica se manifesta por três meses ou mais, apresentando mais resistência ao tratamento.

Neste artigo, iremos abordar as principais diferenças entre os tipos de bronquites, suas causas, sintomas, diagnóstico e meios de tratamento. Acompanhe e saiba tudo sobre a doença!

 Tipos de Bronquite

Bronquite Aguda

Trata-se de uma inflamação pontual dos brônquios relacionado a um processo bacteriano ou infeccioso viral, normalmente mais comum entre crianças e idosos.

Esse tipo de inflamação, chamado também de resfriado torácico, dura em média de uma semana a 15 dias. A tosse porém, pode se estender por meses.

Bronquite Crônica

Está associada diretamente no consumo excessivo e prolongado de cigarro, ou ainda, decorrente ao processo alérgico responsável por causar bronquite asmática.

A bronquite crônica pode persistir por meses ou em casos mais graves, por anos.

cupom blog agille - Bronquite: Saiba tudo sobre esta Doença Respiratória

Causas da Doença Respiratória

Geralmente, a bronquite aguda é causada por vírus ou em alguns casos por bactérias, podendo vir acompanhada de outros problemas respiratórios como gripes e resfriados.

A doença afeta o nariz, a garganta e depois os pulmões devido ao contato direto com poluentes ambientais e químicos como poeira, tabaco, tintas, ácaros e inseticidas, por exemplo.

A bronquite crônica é provocada pela fumaça do cigarro, poluição e emissão de gases tóxicos presentes no meio ambiente como um todo.

Esse tipo de bronquite pode gerar outras deficiências respiratórias como a pneumonia, especialmente em portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e asma.

Sintomas

Tanto na forma aguda quanto na crônica, a doença se manifesta a partir dos seguintes sintomas:

  • Falta de ar e dificuldade para respirar;
  • Chiado no peito;
  • Tosse com secreção;
  • Febre e calafrios;
  • Irritação na garganta.

Diagnóstico 

Os sintomas iniciais da doença são facilmente confundidos com os da gripe.

Para obter um diagnóstico correto, o médico pode solicitar exames clínicos de auxílio como raio-x torácico, tomografia do tórax a fim de identificar as causas da doença, além de fatores que envolvem histórico familiar de alergia.

Em casos de maior agravamento da doença, o médico pode encaminhar o paciente para a realização de espirometria (exame do pulmão) ou prova de função pulmonar.

Tratamentos Indicados   

Independente do tipo de bronquite, o tratamento tem o objetivo de aliviar os sintomas e limpar a respiração do paciente das fontes de inflamação e irritação dos pulmões.

Dessa forma, a bronquite aguda pode ser tratada com antibióticos, descongestionantes e analgésicos.

Além disso, recomenda-se repousos e muita hidratação para ajudar na recuperação do corpo.

Já para o tratamento da bronquite crônica é fundamental interromper o vício do cigarro. Isso porque, a doença é tratada de maneira criteriosa diante o grau de intensidade da doença no organismo.

Medicamentos anti-inflamatórios, broncodilatadores, antibióticos e mucolíticos são prescritos de acordo com o agravo da bronquite, para ajudar a eliminar o muco e abrir as vias aéreas.

Procure um médico especializado para o diagnóstico e tratamento da bronquite.

Previna-se!

Faz Bem Contar Com a Agille

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *